Resenha #6 - O Sedutor, de Clécya Vidal

Título: O Sedutor
Autor(a): Clécya Vidal
Páginas: 135
Sinopse: Como podemos defini-lo? Um homem sedutor, atraente, boas condições financeiras, que encanta qualquer mulher, sua beleza o determina "perfeito”, mas que também tem sede de sangue; este é Devin Levian, e como ele se define? Um psicopata. Devin simplesmente a seduz e depois comete seu crime, e por incrível que pareça, ninguém até hoje conseguiu prendê-lo, ninguém nunca conseguiu dominá-lo, mas em algum momento surgirá alguém que irá surpreender ele e você. Ele consegue fazer tudo o que quer sem ao menos deixar um rastro de sua sujeira, tudo nos mínimos detalhes, mas não consegue resistir ao vê sangue.  Existe aquele ditado que diz "as aparências enganam”, e com Devin, realmente enganam, em um dia ele te enlouquece, mas no outro ele te domina e mata.


"Eu vou embora. Mas a qualquer momento posso voltar. E quando voltar, irei te matar." - O Sedutor


Sabe aquele livro que desperta seu amor, mas ao mesmo tempo tem lados que você não gosta? Foi assim com esse. Há muito tempo que não lia um livro que me deixasse meio bipolar, com aquele sensação não gosto de você, mas também te amo, a última vez que isso me aconteceu foi com meu queridinho John Green.

Tá, mas como assim não gosto de você, mas também te amo? O livro é bom, a narrativa rápida e gostosa, a leitura flui e o final te deixa ainda mais curiosa. A autora fez com que estivesse presa a leitura o tempo todo, querendo saber o desfecho. E o final só me deixou ainda mais curiosa.

A ideia central do livro também é ótima, um psicopata e uma mocinha. Tinha tudo para ser um livro cheio de suspenses, e de certo modo, foi. O Devin, realmente, é um sedutor. Apesar de não ter conseguido despertar minha empatia por ele. Na verdade, ele foi mais um ponto do livro que fiquei entre o gostou ou não gosto, o que para mim foi um ponto positivo, pois me manteve alerta o tempo todo. 

E mesmo com todos esses pontos positivos, ainda sim, temos o não gosto de você. A Clécya pecou um pouco no desenvolvimento e na coerência da história. Acho que a história do Devin com a principal deveria ter sido mais desenvolvida antes que ele se apaixonasse. Tudo se desenvolveu de forma muito rápida, o que me deu a impressão de estar faltando algo. 

Mas, mesmo assim, não consegui largar o livro em nenhum momento. E o final me deixou em êxtase, ainda não sei meus sentimentos reais sobre esse livro, mas caso haja uma continuação, sem dúvidas vou ser uma das que esperam ansiosas para ler.




Livro cedido para resenha pela autora.

Quotes Perdidos

Norte riograndensse, blogueira por amor ao livros. Curte séries tanto quanto ama terror. Um bom drama vale a pena e nada melhor que um filme junto com um friozinho. Prazer, pode me chamar de Andy.

7 comentários:

  1. Olá ^^

    Que livro interessante, um psicopata e uma mocinha! Já quero rsrs
    Amei sua resenha! Beijos,

    http://livrosentretenimento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá linda,

    esse é um livro que não engulo, devido a incoerência. Se a pessoa mata e é um psicopata, não tem "regeneração", já que psicopatia é uma doença que nasce com a pessoa e apenas se manifesta e se interessar por um homem que encanta e depois mata é loucura.

    Beijos!
    poesiaqueencantavida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro. Parece aquela história que te faz pensar: "É interessante, mas jamais gostaria disso na vida real". Isso é curioso. :)

    Beijos,
    http://postandotrechos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oiee

    Não fui muito com a cara desse livro, nem da história.
    Não sou muito fã de livros com homens "perfeitos", e essa historia de psicopata, que loucura.
    Bju
    www.lelendolido.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oie.
    Achei essa história meio confusa.
    Não fui muito com a cara da história não, acho que passo essa dica.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  6. Oie, tudo bem!?
    Que resenha dificil de comentar, hein!?
    Eu sei bem como você se sente, gostando e não gostando, sinto isso com a maioria dos livros que leio... E apesar de achar essa história do livro meio confusa, eu não sei se leria, porque não é meu tipo de leitura preferida... Mas, fiquei curiosa, entende?
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Não conhecia o livro e de inicio gostei da premissa, agosto muito de um suspense. Mas fiquei meio confusa com os personagens, como assim um psicopata gente? Não sei se leria... mas sabe a curiosidade, então ela ta aqui hahaha...

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir